BENTO XVI DECLARA:

“UNIÃO ENTRE O PADRE E O MENINO É INDISSOLÚVEL”

colina-cruzes-madeira.jpg

O Papa Bento XVI é um tremendo conservador. Não aceita de jeito nenhum o casamento entre homossexuais, a eutanásia e o fim do celibato. Nada pode mudar, tudo tem seguir as sagradas tradições católicas, inclusive a mais tradicional e sagrada delas que é a pedofilia. Nisso ninguém pode mexer, Deus nos livre se acabarem os sagrados laços entre o padre e o sacristão ou entre o padre e os pequenos paroquianos. Como cristão, conservador e muito carola, Bento 16 não quer nem ouvir falar em divórcio. 

 

     - Se o Padre jurou, diante de Deus, amar e respeitar o garoto para o resto da sua vida, ele tem que cumprir com o sacramento do matrimônio até que a morte o separe do guri - rezou o Papa para uma multidão reunida no Vaticano.

 

     De nada adiantaram os protestos de grupos que lutam pelo divórcio, a Igreja Católica considera o casamento indissolúvel e ponto final.

 

     - Quando eu casei com um padre, eu era muito pequeno. Na verdade ele me enganou, prometeu o Reino de Deus, uma bicicleta nova e um lugar no time da paróquia. Agora eu peço a separação e ele não permite de jeito nenhum, diz que é contra a Lei de Deus...