território livre  |  2021

 

LIVE BLOCO BIXANIKAS

A elegância do Cavalo Piancó, funks pocotós/proibidões, o pagode do Mimbó, cultura drag, sambas, danças, palhaçaria, bufonoria, marchinhas, e bossas pretas tecem os elos das Bixanikas, grupo cênico-musical formado pela multiartista Negro Val, o artista cênico Paulo Gomes e a jornartista Vicente de Paula (Vince Vicentina).

 

Carnaval é a semente que gerou as Bixanikas. Foi organizando o bloco de carnaval Sambambaia, em Samambaia, cidade periférica do DF, que surgiram as primeiras composições e a vontade de amplificar suas questões no cenário musical com uma pegada performática humorada, cabaretera, burlesca e experimental. Cientes das possibilidades de opressão e emancipação que envolvem o carnaval, o trio fortaleceu a folia levantando pautas e artistas LGBTQIA, com deficência, negros e periféricos num encontro de referências políticas/artísticas.

 

As Bixanikas arregaçam essa política de eliminação de subjetividades/corpos desviantes e cantam essa beleza que não tá presa num padrão, né?! É uma ginga sobre os escombros da beleza que encontra camadas múltiplas, dissidentes: incapturáveis e fluídas.

Negro Val

ator, bailarino, coreógrafo e intérprete de libras

Paulo Gomes

ator, faz mimica, palhaçaria, dança

Vicente de Paula  

é bixa jornartista, mestre em comunicação pela UnB

instagram

 

 

Amarante - Piauí

fevereiro 2021