território livre  |  2021

Ed 11 Rodrigo Carneiro baritono_capa.jpg

Livro de estreia do músico, jornalista e poeta Rodrigo Carneiro.

para compraterrenoestranho

 

 

FRASE PREDILETA

 

Você profere

a minha frase

predileta,

a que enternece,

a que alucina,

aquela com a

qual eu sonho,

e, perante o teu

baixo ventre precioso,

úmido e santificado,

agradecimento.

 

Você profere 

a minha frase

predileta,

a ordem, uma honraria,

tarefa das mais sublimes,

que cumpro com galhardia,

orientado por teu desejo,

o meu amplia-se.

 

Você profere

a minha frase

predileta,

nas manhãs dominicais,

nas tardes de veranico,

em noites frias de amuleto,

onde nossas pernas

se apresentam

num entroncamento

magnífico.

 

Você profere

a minha frase

predileta,

você é sábia,

você é linda,

e me diz, entrementes,

quando quer,

quando bem entende:

 

“Me come, Rodrigo”.

ABSOLUTO POSSÍVEL

Já fui salvo

pela música

tantas vezes,

que, diante dela,

sou um

amontoado

de dívidas

constrangidas.

 

Içado das

fossas mais

profundas,

protagonista

de ressurreições,

acalentado em

manhãs doloridas,

cujo peso

equivalia a

toneladas.

 

Hesitante

com a ideia

de Deus,

ungido pela

harmonia,

encontro na

musicalidade

o absoluto possível,

a transcendência

pulsante,

bailarina,

o amor inconteste,

o verdadeiro e

eficaz alento.

 

Oremos, pois.

Dancemos.

LABIRINTO 

 

Espero,

sinceramente,

que a gente

não se perca,

anseia ela,

diante de um

aterrorizado eu,

em flagrante

despedida.

 

Rodrigo Carneiro

músico, poeta

blogspot

terrenoestranho

 

Osasco - São Paulo

fevereiro 2021