território livre  |  2021

Wander Wildner, cantor e compositor, começou como vocalista d'Os Replicantes, banda que marcou época nos anos 80, com seu punk rock autêntico e visceral. Já no novo século, Wander iniciou sua carreira solo, tornando-se o Rei do Punkbrega ao misturar baladas de amor com rock'n'roll. E são dessas experiências que brotou o livro "Aventuras de um Punkbrega", lançado recentemente.  Abaixo, um pequeno texto onde Wander fala do livro e como tudo começou. A capa e as ilustrações do desenhista Allan Sieber são um atrativo visual a mais para nos levar nessa viagem de um dos mais originais cantores do cancioneiro brega nacional. 

 

AS AVENTURAS DE UM PUNKBREGA

Ed 14- Wander Wildner ilustração do livro.jpeg

Em 2020 Wander Wildner se deparou, assim como todos nós, com uma situação atípica que ocorreu no planeta, e se viu impossibilitado de fazer shows ao vivo e rodar o mundo com sua turnê. Foi preciso ficar em casa de quarentena e descobrir novas coisas para fazer, novas formas de se expressar, pois a mente de um criador é como um vulcão em erupção, é inquieto por natureza, e assim ele começou um processo de introspecção, que o levou a escrever.

 

O exercício da escrita o fez perceber que durante sua trajetória de vida havia passado por algumas situações marcantes que poderiam vir a interessar outras pessoas, talvez amigos, mas principalmente seus fans. Assim surgiu a ideia de fazer um livro contando algumas dessas histórias.

 

“Em 1983, quando eu estava no Recife, trabalhando como técnico de luz na tour de Alceu Valença, liguei pra minha amiga Luciana Tomasi, em Porto Alegre, e ela disse que o Carlos Gerbase, o Heron Heinz e o Claudio Heinz estavam pensando em comprar instrumentos e formar uma banda. Achei a ideia genial. Eles eram fans de punkrock e souberam que uma das bandas de que mais gostavam, os Sex Pistols, surgiu sem seus integrantes saber tocar. Então pensaram que se os Pistols faziam aquelas músicas incríveis sem saber tocar, eles também podiam pelo menos arriscar. Essa era a máxima da época - Faça você mesmo! Dias depois, quando cheguei em Salvador, liguei de novo pra Luciana e ela disse que eles já tinham comprado os instrumentos e estavam tocando na garagem, e me convidou pra entrar na banda. Eu disse, brincando, que ia entrar sim.“

 

(*) para adquirir o livro:

whatsapp (51) 979.91900 ou pelo email yeah@wanderwildner.com

 

 

Wander Wildner

Cantor

Site Wander Wildner

São Paulo

 

arte

Allan Sieber

Rio de Janeiro

 

agosto 2021